fbpx

Pesquisar

Anúncio

Emprego ameaçado
Tecnologia

O seu emprego está ameaçado?

Empregos novos vem surgindo e empregos já existentes desaparecem constantemente, desde o início do mercado de trabalho. Com a chegada da tecnologia, as possibilidades e diversidade de trabalhos mudaram consideravelmente de forma jamais vista anteriormente. Atualmente já estamos acostumados com a tecnologia ao nosso redor, em todas as áreas possíveis, a ponto de achar estranho um objeto considerado comum há 5 ou 6 anos. Todo esse anseio, por mais e mais recursos tecnológicos que venham a facilitar a vida de todos, tem dado espaço às ideias inovadoras que inserem a tecnologia em diferentes áreas possíveis. Enquanto por um lado isso tem facilitado a vida dos trabalhadores, e de quem busca se inserir no mercado de trabalho automatizado e atual, por outro lado tem prejudicado aqueles chamados de “trabalhadores clássicos”, que não buscam atualização diante da nova realidade, e mantém o estilo básico de realizar sua função. Dois desenvolvedores americanos, Dimitar Raykov e Mubashar Iqba, criaram o site “Will robots take my job?”(Os rôbos vão tirar meu trabalho?) com dados de mercado que indicam a probabilidade dos trabalhadores serem substituídos por rôbos. Isso tudo traz embasamento para o futuro próximo (a análise do site leva em consideração dados para os próximos sete anos), onde diversas funções serão substituídas por inteligência artificial.  Ao mesmo tempo, novas funções serão criadas, mantendo a rotatividade característica do mercado de trabalho. O site “Will robots take my job?”analisou os dados das profissões atuais, e criou uma base de dados onde é possível descobrir pelo nome do cargo, quais as chances do seu emprego ser extinto nos próximos anos. Por exemplo: a função de “Caixa de supermercado” tem 97% de chances de ser automatizada, causando o desemprego de milhões de pessoas. Por isso, fique atento a quais profissões tem chances de realmente serem extintas.Acesse e confira: https://willrobotstakemyjob.com/

Clique aqui e leia mais
Transferencia dinheiro gmail
Tecnologia

Transferências de dinheiro via Gmail?

A Google permite que você faça transferências via email. Como? É preciso usar o Google Wallet, disponível no Google Play, transferindo seus créditos da sua Google Wallet para seus contatos diretamente pelo Gmail, porém o destinatário não é obrigado a ser usuário do Gmail para receber os créditos. Parece ótimo não é mesmo?  Na verdade o funcionamento é bastante simples: toque no botão de anexo para que o menu se expanda e além das opções comuns como anexar imagens ou arquivos, existe a possibilidade de enviar dinheiro. É só definir o valor da transação e criar uma mensagem de texto e sem maiores burocracias é feita a transferência, basta que você utilize seu email do serviço para que o envio seja feito. É possível também solicitar dinheiro usando a ferramenta, os usuários irão receber o valor sem que precisem instalar qualquer tipo de aplicativo. Simples e rápido Esse tipo transferência não gera nenhum tipo de encargo ou taxa, de forma gratuita tanto para quem envia quanto para quem recebe. Infelizmente, para donos de iPhone ou usuários brasileiros, até então a novidade só funciona na atualização mais recente do Gmail para Android somente para norte-americanos. Mas a transferência de dinheiro via Gmail em outros pontos do planeta pode acelerar a expansão do sistema. via GIPHY via GIPHY

Clique aqui e leia mais
Ver cor pela primeira vez
Tecnologia

Já imaginou ver uma cor pela primeira vez?

Já imaginou ver uma cor pela primeira vez? Parece impossível imaginar isso, mas pense em alguém com 30 anos e que nunca viu a cor vermelha. O Daltonismo afeta 1(uma) em cada 200 mulheres e 1(um) em cada 12 homens. Pensando nisso a empresa americana EnChroma, desenvolveu um óculos que alivia o daltonismo, aumentando a percepção das cores de quem o utiliza. Foram feitas pesquisas sobre a doença até que se conseguiu criar um filtro, chamado de Multinotch, que intensificam as cores que o verde e vermelho usam nas ondas de luz. São três modelos de lente: sendo uma mais escura e as outras duas mais claras. Podem ser usadas por aqueles que sofrem de daltonismo dos tipos protanomalia (não identifica a cor vermelha) e deuteranopia (não identifica a cor verde). E uma lente de descanso, para leitura e para ver TV, que não é indicada para quem não enxerga a cor vermelha. Mas qual é o diferencial destes óculos dos demais óculos comuns? Uma camada extra na lente que é capaz de filtrar a luz de um modo que certos tons sejam intensificados – tons que os daltônicos têm dificuldade em enxergar. A empresa criou essa camada baseada em um “modelo matemático do sistema visual humano que é capaz de prever o efeito de percepção de cores de qualquer filtro colocado na frente dos olhos”. Os resultados variam com o tipo e nível de daltonismo de cada indivíduo. Os óculos são estimados para ser eficaz para 4 de cada 5 casos. Porém existem outros tipos de daltonismo e infelizmente quem sofre de um tipo diferente dos citados acima, pode não conseguir o resultado esperado. São vendidos em vários tamanhos e modelos de armação. Sai em média R$1.000.00, mas ainda não há muita diversidade de modelos para o Brasil.

Clique aqui e leia mais
Drone do selfe
Tecnologia

Drone de Selfie

O drone pesa cerca de 300 gramas e voa seguindo o usuário fazendo vídeos em 4K e fotos de até 13 megapixels. O principal objetivo do Hover Câmera Passport é capturar com maior qualidade as fotos mais próximas. Tanto que a câmera tem flash embutido e ele funciona só até uma distância de 18 metros. Identificar rostos em imagens é uma função já considerada comum. A ideia da empresa Zero Zero Robotics foi fundir isso com o direcionamento do drone. Para garantir um voo suave durante os registros, o Hover tem estabilizador eletrônico e mecânico. A posição do drone durante o voo também pode ser ajustada pelo usuário/modelo através do mesmo app no qual ele tira as fotos e vídeos. Sendo capaz de voar a até 27km/h e possuir um sistema que desvia automaticamente de obstáculos e suas hélices são protegidas por grades, para aumentar a segurança durante o uso. O maior problema, atualmente, é a duração de bateria, que dura apenas oito minutos de voo. O Hover Câmera Passport já está à venda nos EUA entre US$ 550 e US$ 600 mas não tem previsão de lançamento no Brasil.

Clique aqui e leia mais